Página Inicial > Notícias > 10 Municípios...de Santiago

10 Municípios do Norte Litoral em rede a Valorizar os Caminhos de Santiago

26 Julho 2017

Apresentada a Requalificação do Caminho Português da Costa para que mais peregrinos e turistas conheçam o tanto que o este Caminho lhes oferece.

O dia de São Tiago, dia 25 de julho, foi o dia em que o renovado "Caminho Português da Costa” se deu a conhecer a todos os munícipes, visitantes, turistas e peregrinos que têm os Caminhos de Santiago como o seu destino.

Os primeiros metros deste Caminho, na zona da Sé do Porto, foram percorridos por Rui Moreira, Presidente da Câmara Municipal do Porto; por José Maria Costa, Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo e pelo Bispo do Porto, D. António Francisco dos Santos, guiados por Joel Cleto, peregrino de Santiago e conhecido historiador e divulgador do património português. Vários autarcas e responsáveis dos 10 municípios que integram este projeto fizeram também este caminho, que foi ainda saudado pelo Diretor Regional de Cultura do Norte, António Ponte.

O Caminho Português da Costa une os seguintes Municípios portugueses em direção a Santiago: Porto, Matosinhos, Maia, Vila do Conde, Póvoa de Varzim, Esposende, Viana do Castelo, Caminha, Vila Nova de Cerveira e Valença uniram-se para protagonizarem, em rede, uma candidatura apoiada pelo Norte 2020 para valorizar este Caminho e os territórios que ele atravessa, do Porto a Valença.

O Projeto de Criação de Identidade do Caminho Português da Costa é resultado do esforço de cooperação intermunicipal de valorização do património turístico, cultural e religioso ligado pelo Caminho Português da Costa ao longo dos 10 municípios que este Caminho atravessa, consolidando as respetivas identidades, legibilidades e reconhecimento públicos e assim valorizando a sua inscrição como Caminho de Santiago com um rosto bem identificável, atrativamente caracterizado e territorial e turisticamente apelativo e coerente.

Como disse, nesta apresentação, José Maria Costa, Presidente do Município de Viana do Castelo, "Pensamos que é um serviço útil e, acima de tudo, penso que este é um projeto virtuoso, porque associa municípios que nem sempre estão habituados a trabalhar em conjunto. Dez municípios, desde o Porto até Valença, até à fronteira com a Galiza, que vão naturalmente promover este caminho (...). Vamos também promover a cooperação com a vizinha Galiza, porque é um destino de milhões de visitantes por ano, mas nós através deste projeto estamos também a promover a cooperação cultural, cooperação turística. No fundo, estamos a desenvolver neste projeto um caminho para a humanidade e para a cooperação”, a eliminar barreiras e a aprofundar os povos".

Sendo um património imaterial com crescente interesse nacional e internacional, o Caminho de Santiago beneficia de um programa infraestrutural condigno que permita dignificar e potenciar o seu valor intrínseco e adaptá-lo às condições atualmente exigidas pelos modernos peregrinos.
O Caminho Português da Costa, através deste projeto, afirma-se irreversivelmente como um produto turístico com importância crescente, beneficiando do incremento de fluxos turísticos que têm ocorrido na região norte litoral de Portugal.

Gabinete do Presidente
Câmara Municipal de Viana do Castelo