Página Inicial > Exposições...Decorativas)

Exposições Temporárias (Museu de Artes Decorativas)

Estuques e Estucadores de Viana do Castelo entre o passado e o futuro
De 14 de agosto a 31 de dezembro de 2022

A exposição temporária "Estuques e Estucadores de Viana do Castelo entre o passado e o futuro", patente desde 14 de agosto, no Museu de Artes Decorativas de Viana do Castelo, expõe um conjunto de obras de estuque ornamental, datadas entre a segunda metade do século XIX e a primeira metade do século XX.

A seleção de obras em exposição pertence à coleção adquirida pela Câmara Municipal de Viana do Castelo, em 2017, à empresa Gessos Maceiro, sediada em Lisboa. Esta foi, desde logo, incorporada nas coleções do Museu de Artes Decorativas de Viana do Castelo, de modo a proceder-se à devida investigação histórica, bem como à documentação necessária, no sentido da sua valorização e preservação em contexto museológico. Este estudo veio revelar que parte do acervo fora pertença de Domingos Meira, estucador afifense de renome também agraciado com a comenda da Ordem de Cristo, pelo Rei D. Carlos.

A mostra divide-se em três grandes núcleos: uma apresentação documental, contemplando a reprodução fotográfica e respetiva informação textual sobre Casas de Viana do Castelo que possuem tetos e paredes ornamentados em estuque; um núcleo dedicado ao Serviço Educativo que explora as diferentes fases do processo da arte do estuque; e num terceiro momento, e com particular destaque na galeria Carolino Ramos, as peças selecionadas a partir do vasto e diversificado acervo. Ainda neste núcleo, podem experienciar-se duas obras da escultora contemporânea vianense, Iva Viana.

A arte de ornamentar o interior de casas e palácios foi prática comum entre famílias de estucadores de Viana do Castelo, oriundas de localidades da orla marítima - Areosa, Carreço e Afife, as quais alcançaram grande prestígio, nos séculos XIX e XX. Exemplo disso, foram os Meira, os Baganha, os Pita, os Ramos, entre outros, que exaltaram a arte do estuque, embelezando edifícios públicos e privados em Portugal. Na atualidade, como prova de que o ofício de estucador não está extinto, salientam-se Guterres Parente Vieitas, Domingos Fontainha, Evaristo Carvalho, Nestor Miranda, Abílio Oliveira, César Morais e Sérgio Lopes.

Como complemento à exposição, foi lançado o livro "Estuques e Estucadores de Viana do Castelo", que contou com a coordenação de Gonçalo de Vasconcelos e Sousa.

Um Novo Olhar
De 18 de maio a 31 de dezembro de 2022

O Museu de Artes Decorativas apresenta uma exposição/mostra de - Artesanato contemporâneo inspirado na coleção de obras de arte do museu, com a participação de artesãos do concelho de Viana do Castelo.

Foi proposto a cada artesão a criação de peças com um novo olhar sobre as obras de arte de diferentes tipologias e cronologias que o museu alberga. As peças expostas foram concebidas agregando diversos materiais, técnicas e dimensões, expressam o trabalho e a criatividade de cada artista ao produzirem peças únicas e originais de artesanato contemporâneo de grande relevo e diversidade.