Página Inicial > Áreas de Ação > Voluntariado > Bem-me-quer...mais perto

Bem-me-quer mais perto

O projeto Bem-me-quer Mais Perto foi criado em 2009, para dar resposta a pessoas idosas que vivam em situação de solidão, isolamento social e/ou de perda de independência.

O QUE É

Consiste no acompanhamento de pessoas idosas por uma equipa de voluntários, em contexto domiciliário.
O Bem-me-quer Mais Perto é uma resposta gratuita que proporciona às pessoas idosas momentos de interação, baseados em relações de proximidade e confiança, no seu domicílio ou na sua comunidade.
Com este projeto as pessoas idosas recebem um acompanhamento individualizado centrado nas suas necessidades, que poderá incluir a prestação de apoio emocional, a participação em atividades de animação sociocultural, a disponibilização de informações úteis e o encaminhamento para recursos e serviços da Rede Social.

A QUEM SE DESTINA

Pessoas idosas que vivam sós e/ou isoladas.
Voluntários interessados em apoiar pessoas idosas.

COMO FUNCIONA

Através de visitas domiciliárias às pessoas idosas, com uma periodicidade semanal, baseado no voluntariado de proximidade. As ações de voluntariado, no âmbito deste projeto, decorrem na freguesia onde os voluntários residem e/ou trabalham.

Idoso

COMO SE TORNAR BENEFICIÁRIO

Para usufruir deste projeto deve contactar a equipa técnica do projeto, através do numero 258 809 300 ou do e-mail voluntariado@cm-viana-castelo.pt ou, ainda, deslocando-se aos nossos serviços.
A inscrição pode ser efetuada pelo próprio, pela sua família ou por qualquer uma das instituições da freguesia.

QUEM PODE SER BENEFICIÁRIO

Podem beneficiar deste projeto pessoas idosas que solicitem apoio à Câmara Municipal de Viana do Castelo e que:
- Residam no concelho de Viana do Castelo;
- Sejam pensionistas e/ou reformados com idade igual/superior a 65 anos, salvo casos excecionais a considerar pela equipa técnica;
- Não sofram de doença mental que os impossibilitem de usufruir do plano de atividades deste projeto.

A integração das pessoas idosas depende da existência de vaga no projeto.

ATIVIDADES QUE O PROJETO OFERECE AOS BENEFICIÁRIOS

O projeto promove a realização das seguintes atividades, com o apoio dos voluntários:
- Acompanhamento pessoal e social - conversar; acompanhar a consultas; acompanhar na realização de compras; acompanhar a serviços da comunidade, entre outras;
- Apoio informativo – facilitar o acesso a informação sobre ajudas técnicas, utilização de serviços, direitos e deveres de cidadania, entre outros;
- Atividades de animação - através da expressão plástica; através da expressão e da comunicação; promotora do desenvolvimento pessoal e social; lúdica; comunitária, espiritual/religiosa; intelectual/informativa; quotidiana, entre outras;
- Mobilização/encaminhamento para os recursos e serviços disponíveis na rede social.

Os voluntários são orientados na realização destas atividades pela equipa técnica do projeto.

Voluntário

COMO SE TORNAR VOLUNTÁRIO

Para se tornar voluntário dirija-se ao Banco Local de Voluntariado de Viana do Castelo e preencha a Ficha de Inscrição.

ATIVIDADES REALIZADAS PELOS VOLUNTÁRIOS

O projeto promove a realização das seguintes atividades, com o apoio dos voluntários:
- Acompanhamento pessoal e social - conversar; acompanhar a consultas; acompanhar na realização de compras; acompanhar a serviços da comunidade, entre outras;
- Apoio informativo – facilitar o acesso a informação sobre ajudas técnicas, utilização de serviços, direitos e deveres de cidadania, entre outros;
- Atividades de animação - através da expressão plástica; através da expressão e da comunicação; promotora do desenvolvimento pessoal e social; lúdica; comunitária, espiritual/religiosa; intelectual/informativa; quotidiana, entre outras;
- Mobilização/encaminhamento para os recursos e serviços disponíveis na rede social.

Os voluntários são orientados na realização destas atividades pela equipa técnica do projeto.

Outras Informações

O aumento da esperança média de vida associado à diminuição do índice de natalidade, que se verifica sobretudo nas sociedades desenvolvidas, tem acentuado o fenómeno do aumento do envelhecimento populacional à escala global, resultando num forte impacte aos diversos níveis – político, económico, cultural, social e de saúde.
A vulnerabilidade e fragilidade próprias do estado fisiológico dos idosos faz com que estes enfrentem muitas dificuldades, agravadas por situações de escassez de recursos económicos, da falta de apoio social e familiar, sendo muitas vezes alvo de discriminação social.
Cada vez mais, e sobretudo nas áreas urbanas, o isolamento e a solidão dos idosos têm sido apontados como um dos problemas que afetam esta população, devido, entre muitos outros fatores, ao afrouxamento das relações sociais, por via da reforma, às mudanças verificadas na configuração da família, que deixa de ter condições para prestar apoio necessário nesta fase da vida e ao individualismo característico da sociedade atual, com maior incidência nos meios urbanos.
Neste contexto, para além das políticas, mecanismos e instrumentos desencadeados para responder às diferentes necessidades desta população, há ainda que criar condições que permitam a manutenção das redes sociais, fundamentais para o bem-estar biopsicossocial e para o envelhecimento saudável.
Considerando que, no concelho de Viana do Castelo, o envelhecimento tem vindo a aumentar e há uma percentagem significativa de pessoas que vivem sozinhas, tornou-se evidente a necessidade de priorizar a intervenção social nesta franja da população, sobretudo no que se refere ao acompanhamento e à manutenção do seu bem-estar biopsicossocial.
Assim, recorrendo ao trabalho voluntário, o Gabinete Cidade Saudável lançou o projeto “Bem-me-quer mais perto” que se constitui como uma estratégia de intervenção viável no acompanhamento aos idosos, na manutenção do seu bem-estar biopsicossocial e no estabelecimento e/ou estreitamento de laços de solidariedade.
Este projeto, que articula o trabalho voluntário e a proximidade geográfica dos diversos intervenientes, assume como finalidade dar resposta a pessoas idosas que vivam em situação de isolamento social, de risco ou de perda de independência por período temporário ou permanente, contribuindo para que tenham uma vida digna, confortável e saudável, prestando ajuda direta ao/à idoso/a e indiretamente à família e/ou comunidade.

OBJETIVOS

Promover o envelhecimento ativo dos idosos que vivam em situação de solidão e/ou isolamento social;
Facilitar a inclusão social do idoso e a sua participação na comunidade;
Dinamizar uma rede de suporte social com base nos princípios do voluntariado de proximidade.

PARCERIAS

Comissões Sociais de Freguesia
Centro Social e Paroquial de Nª. Srª. de Fátima