Página Inicial > Agenda Cultural > A Coleção...Decorativas

A Coleção de Faiança do Museu de Artes Decorativas

Dia 7 de março de 2015, reabriu o Museu e inaugurou-se a exposição permanente "A Coleção de Faiança do Museu de Artes Decorativas".
Mais informações em:

http://portal.cm-viana-castelo.pt/pt/mad-exposicoes

 

São poucas as cidades que se podem orgulhar de possuir uma marca – mesmo que hoje já não exista – que leve o seu nome associado e que chegue tão longe quanto o caminho percorrido pelas peças que a ostentam. Se nos focarmos apenas em peças de faiança portuguesa dos séculos XVIII e XIX, em cuja marca está presente o nome de uma vila ou cidade, apenas identificamos sete: Alcobaça, Aveiro, Coimbra, Estremoz, Mafra, Porto e Viana. Mas, em nenhum dos casos, a quantidade de peças conhecidas, marcadas com o nome das referidas localidades, é em tanta quantidade como no caso das peças marcadas Viana.
Isabel Maria Fernandes (Investigadora)

 

O Museu de Artes Decorativas de Viana do Castelo tem uma das mais interessantes coleções nacionais de faiança portuguesa, que faz as delícias de quantos se dedicam a esta matéria e têm a possibilidade de a observar e estudar. Aqui encontramos exemplares raros, por exemplo, da faiança do séc. XVII, mas também em relação ao fabrico nacional do período manufatureiro e industrial, ou seja, dos séculos XVIII e XIX, as peças existentes dão-nos uma cobertura bastante ampla do panorama nacional, com algumas peças de excelência. Como é natural, o núcleo da faiança produzida em Viana do Castelo é o mais numeroso, mas a faiança do centro produtor designado por Porto, que engloba as fábricas do Porto e de Vila Nova de Gaia, está igualmente muito bem representada.
Margarida Rebelo Correia (Conservadora do Museu Nacional Soares dos Reis)

 

O Museu de Artes Decorativas de Viana do Castelo (MADVC) alberga uma das mais importantes colecções de faiança portuguesa do País das quais se destaca aquela produzida no decorrer do século XVII e na primeira metade do século XVIII e que integra cerca de três centenas de peças. Através dela é possível percorrer a História rica e complexa de uma das manufacturas nacionais mais distintas e características que marcaram a feição criativa de Portugal e cujo reconhecimento se traduziu na presença de colecções que, desde o final do século XIX, começaram a surgir, garantindo o interesse por estes objectos e impulsionando o seu estudo e entendimento. 
Alexandre Nobre Pais (Investigador)

 

Informações
Evento
de 01 de Janeiro de 2017 às 17h00
a 31 de Dezembro de 2017
Museu de Artes Decorativas
+351 258 809/305
Largo de S. Domingos
4900-330 Viana do Castelo