[DATE]

Ex.mos profissionais da Arquitectura e Engenharia, 

 

Complemento às Normas Técnicas de apresentação de projetos em formato digital 

Por questões de operacionalidade e de interoperabilidade entre diferentes plataformas informáticas na relação que o Município tem com o exterior e, ainda, na sequência de alguns problemas ocorridos no processo de carregamento de ficheiros no ePaper, relacionados com dimensão excessiva dos mesmos, informa-se que foi acrescentado às normas técnicas em vigor o limite máximo de 25MB por ficheiro (consultar “Dicas para reduzir o tamanho de ficheiros” disponível na página “Pedidos em formato digital” do sítio da Internet do Município, página onde também são disponibilizadas as Normas Técnicas).

Assim, e para que não seja cobrada pelos serviços municipais taxa de apreciação pela junção de novos elementos em resultado da recusa de ficheiros de dimensão superior a este limite, apelamos à vossa melhor atenção para, na criação de ficheiros, ter em conta este novo requisito das Normas Técnicas.

Aproveitamos o momento para solicitar também a vossa melhor atenção para as seguintes recomendações de carácter técnico a observar no processo de gravação de CD/DVD:

  • Abrir todos os ficheiros no final da gravação do CD/DVD, para verificação da eventual existência de erros que impeçam o acesso ao seu conteúdo.
  • Verificar se todos os ficheiros de projeto se encontram devidamente autenticados através de assinatura digital qualificada.
  • Não agrupar ficheiros PDF que correspondam a elementos diferenciados na checklist que acompanha o formulário de requerimento.
  • Não desagregar folhas de desenho em ficheiros DWF autónomos quando estes correspondam ao mesmo elemento da checklist, como por exemplo: Peças Desenhadas de Arquitetura; Plano de Acessibilidades, etc.
  • À exceção de outros documentos solicitados pelo Município ou entidades externas, ou ainda nos casos em que se justifique a sua apresentação pela especificidade do pedido, não devem ser entregues elementos que não constem da cheklist, tais como: documentos de identificação dos técnicos projetistas, índice de peças escritas, etc.
  • Sempre que a um elemento da checklist corresponda a necessidade de apresentação de mais do que um documento, como por exemplo certidões do registo predial ou documentos de identificação de mais do que um requerente, devem esses mesmos documentos ser todos agregados num único ficheiro.
  • Garantir que a designação dos ficheiros tem correspondência inequívoca na cheklist.
  • Não inserir no CD/DVD elementos correspondentes a entregas anteriores, exceto se tal for solicitado pelo município.
  • Não entregar ficheiros em formatos não previstos nas normas técnicas. Os únicos formatos admitidos são os que apresentam extensão DWFx ou PDF/A.


 



Para mais informações contacte: ordenamento@cm-viana-castelo.pt

[SUBSCRIPTIONS]